Que beleza!

Que beleza!

09/01/2013

Lojistas, vendedores, empresários, cirurgiões plásticos, donos de clinicas, de academias, estão rindo a toa. Nunca houve tanto consumo em estética como agora. As pessoas se preocupam tanto com aparência, que não poupam esforços para conseguir o corpo perfeito. Andam até tirando costela, em busca daquela cinturinha. A vaidade tornou-se a essência da vida.

  • Não basta viver, tem que estar bonito!
  • As feias que me perdoem, mas a beleza é fundamental!
  • A boa aparência é o seu cartão de visita!

E por aí vai…

Só que por trás destas propagandas, encontraremos pessoas belas, inteligentes, capacitadas, que estão adoecendo e morrendo por não alcançar este padrão de beleza.

Que, aliás, jamais será alcançado, pois sempre que alguém estiver próximo a ela, surgirão outros, outros, outros e outros. É uma meta inatingível. É como enxugar no molhado, cujo objetivo maior é criar nas pessoas uma busca frenética a uma ilusão.

Na verdade é uma armadilha, usadas exclusivamente para enriquecer os seus idealizadores, com objetivo de:

  • Confundir, tirar o foco das pessoas,
  • Excluir, criar sentimentos de rejeição.
  • Desvalorizar o ser humano, sentindo o pior da espécie.

Portanto, cuide-se para não cair nesta emboscada, prepara-te, esteja alerta, vigilante a tudo.

Não permita que as coisas saudáveis da vida, transforme em obsessão. Valoriza-te, embeleza-te, mas sem idolatrias. Tenha sempre em mente:

  • Tu és e sempre serás as meninas dos olhos de Deus.

A verdadeira beleza ela vem de dentro para fora. E de uma forma resplandecente, contagiante, perdurando para sempre.

  • A de fora para dentro é passageira, falsa, destruidora e egoísta. Ao ponto de uma mãe deixar de amamentar o seu filho, com medo de deformar os seus seios siliconizados.

Beleza não é tudo! Se fosse assim:

  • Como explicar as separações de casais esteticamente bonitos?
  • Pessoas lindas maravilhosas jogando filhos pela janela?
  • Lindos e maravilhosos apunhalando os seus próprios pais?

A verdade é que nunca se viu tantas pessoas bonitas, mas também nunca se viu tantas horríveis maldades.

  “O homem vaidoso não gosta de quem o corrige, ele nunca pede conselhos ao sábio – Provérbios 15;12”

 Pense Nisso!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *