Matéria publicada no “Jornal da Orla” – Fronteiras da Ciência

Matéria publicada no “Jornal da Orla” – Fronteiras da Ciência

27.08.12

Ciência e Deus

Jadir Albino
 
Fato ocorrido em 1892, verdadeiro e parte integrante da biografia do protagonista.
 
Um senhor de 70 anos viajava de trem tendo ao seu lado um jovem universitário, que lia o seu livro de ciências.
 
O senhor, por sua vez, lia um livro de capa preta. Foi quando o jovem percebeu que se tratava da Bíblia, e estava aberta no livro de Marcos.
 
Sem muita cerimônia o jovem interrompeu a leitura do velho e perguntou:
 
– O senhor ainda acredita neste livro cheio de fábulas e crendices?
 
– Sim, mas não é um livro de crendices. É a Palavra de Deus. Estou errado?
 
– Mas é claro que está! – retrucou o jovem. – Creio que o senhor deveria estudar a História Universal. Veria que a Revolução Francesa, ocorrida há mais de 100 anos, mostrou a miopia da religião. Somente pessoas sem cultura ainda crêem que Deus tenha criado o mundo em seis dias. O senhor deveria conhecer um pouco mais sobre o que os nossos cientistas pensam e dizem sobre tudo isso.
 
– É mesmo? E o que pensam e dizem os nossos cientistas sobre a Bíblia? – perguntou o velho demonstrando o interesse de quem quer aprender um pouco.
 
– Bem – respondeu o universitário -, como vou descer na próxima estação, falta-me tempo agora, mas deixe o seu cartão que eu lhe enviarei o material pelo correio com a máxima urgência.
 
O velho então, cuidadosamente, abriu o bolso interno do paletó e deu o seu cartão ao universitário. Quando o jovem leu o que estava escrito, saiu cabisbaixo sentindo-se pior que uma ameba.
 
No cartão estava escrito:
Professor Doutor Louis Pasteur, Diretor Geral do Instituto de Pesquisas Científicas da Universidade Nacional da França“.
 
Louis Pasteur, ilustre pesquisador francês que descobriu a vacina anti-rábica e impulsionou a criação do Instituto Pasteur de Paris e várias outras instituições, que receberam o mesmo nome, no mundo todo.
 
O Instituto Pasteur da França foi fundado em 1888 pelo próprio Louis Pasteur. Atualmente, este instituto é um dos mais famosos centros de pesquisa da atualidade.
 
Após este fato ocorrido no trem com o jovem, o próprio Dr. Pasteur deixou como legado à humanidade a seguinte frase:
 
Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima.
(Louis Pasteur)
 
Na qualidade de paraninfo da turma de engenheirandos da Universidade Santa Cecília no dia 17 de agosto do ano presente, parodiei esta bela história de Louis Pasteur como mensagem final aos novos engenheiros, na esperança de que Deus esteja presente em todos os corações.
 
Paz, saúde e prosperidade!
 
Fonte: Jornal da Orla 
 
 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *